2.8.07

Missionários e Talibans

Há coisas que acontecem neste mundo que nos dão mesmo vontade de o abandonar à sua sorte. Estou, é claro, a falar do rapto dos missionários evangélicos sul-coreanos pelos talibans e seu consecutivo assassinato. Poder-se-ia dizer: "Quem lhes mandou ir evangelizar para um país daqueles?" O mais dramático é que não se tratava de evangelização pura e dura, mas sim de uma missão médica para ajudar sobretudo as crianças do Afganistão. Naquele grupo de pessoas eu vejo tantos dos meus amigos que teriam sido igualmente capazes de deixar tudo e partir em missão. Aliás, vários conheço eu em missões equivalentes em vários pontos do globo. Estes são, por isso e por várias razões, meus irmãos.
Não há muito que possamos fazer. Anda por aí uma petição para a sua libertação. Não sei se os talibans a lêem, mas em todo o caso, vocês têm a oportunidade de assinar a petição aqui.

4 comentários:

Anónimo disse...

Assinei a petição, mas tenho dúvidas que valha coisa alguma. Os intolerantes, são sempre intolerantes.

Lua dos Açores disse...

Fico feliz q estejas a fazer passar a petição. Não fazer nada é sempre demitirmo-nos...
Beijinho, Avozinha

JOINCANTO disse...

Já assinei.

Hadassah disse...

já assinei tbém.