26.12.05

Pós-Natal

Gosto muito do dia 26 de Dezembro.Passada a agitação da casa, acalmada a excitação das ruas, abertas as prendas, ter apenas que decidir onde colocar os últimos 'tarecos' que nos deram, arrumar a casa, fazer um sacão de papéis para levar ao contentor, preguiçar um pouco, reinventar uma roupa-velha, comer as últimas fatias de bolo-rei ou as refinadas rabanadas.
Lembro-me de um 26 de Dezembro de há muitos anos, teria eu uns seis ou sete, quando, ao brincar com um regadorzinho de lata verde, que tinha sido a minha prenda de Natal, descobri umas misteriosas pintinhas vermelhas nas minhas pernas. Isso provocou uma quase tragédia lá em casa: a minha irmã também as tinha e em breve nos encontrávamaos 'internadas' num quarto forrado a vermelho, com as nossas camisolas vermelhas vestidas. Tínhamos sarampo.

3 comentários:

... disse...

Também adoro o dia 26. Sinto e faço as mesmas coisas. Também recordo os meus Natais, dos sete, oito, nove anos...com saudade daqueles que já não estão comigo e de mim, tal como era nesse tempo.

Sara disse...

Porquê o vermelho?!

Leonor C.(nokinhas) disse...

SARAMPO! Também passou por cá!