11.4.05

In Memoriam

Faz hoje 60 anos que se deu a libertação do campo de concentração de Buchenwald. A minha aluna R. , do 11º ano de Alemão, nunca ouviu falar do Holocausto: "Em Angola não se dava essa matéria", justifica. Como posso explicar numa aula de Alemão o que alemães fizeram há 60 anos? Como é possível que tantos tivessem deixado passar em silêncio? A forte possibilidade de isso também poder acontecer entre nós e comigo esmaga-me. No entanto, recordo-me de Corrie ten Boom, holandesa e não judia, que foi parar a um campo de concentração com o resto da família, por esconderem judeus. E tantos outros...
Meu Deus: ajuda-nos a não deixar passar a pequena injustiça que acontece ao nosso lado.

3 comentários:

rhhu disse...

"não se dava essa matéria"? Parece impossível, não é? Há vários planetas dentro desta Terra.

Avozinha disse...

Nunca se sabe o que se dava na terra dos nossos alunos...

rute c disse...

Pois eu acho que vale a pena uma visita a Buchenwald. Os fornos onde queimavam os corpos são inesquecíveis, bem como os abat-jours feitos da pele tatuada dos prisioneiros... Os pequenos objectos que ficaram enterrados durante décadas (pentes, sapatos, óculos, caixinhas de Nivea...) também. É um verdadeiro encontro com a História.