7.7.05

Burocracia

Há dias falei das Finanças. Mas nas escolas a burocracia não é melhor, e eu sou uma peça dela. Por exemplo, as matrículas.
Um aluno, ou um pai/mãe, vai primeiro à Papelaria comprar os papéis. Depois, preenche-os. Para se matricular no Secundário, um aluno precisa de cerca de uma dezena de papéis. Depois vai à escola e dirige-se à sala onde esperam os profs. Nós verificamos tudo, incluindo vacinas, as disciplinas repetidas pelo menos 3 ou 4 vezes, 5 fotografias nos mais variados documentos e, se faltar uma das múltiplas assinaturas do Encarregado de Educação, volta tudo para trás. Não podemos aceitar.
Mas, se pensam que o processo acaba aqui, estão muito enganados! A seguir, o aluno vai à secretaria pagar as propinas. Na minha escola, isso é bem longe do sítio das matrículas. Já está? Ilusão! Volta ao mesmo lugar do início e vai então para uma bicha loooonnnga, onde 2 funcionárias o esperam para fazer não sei o quê.
Que tal?
Na Alemanha, não há matrículas. Os alunos acertam com o Director de Turma as disciplinas de opção e, se tudo corre bem, o processo transita com o aluno. Lógico, não?

4 comentários:

Anónimo disse...

o que é a borocracia


priscila

JOINCANTO disse...

*suspiro*

Avozinha disse...

É muitos papéis, Priscila, como os teus pais não gostam nada de preencher!

dia-a-dia disse...

Pois olha, querida avozinha, o senhor Presidente da República está sempre a repetir que os profs na Dinamarca passam 50 horas semanais nas escolas (sugerindo que nós somos uns mandriões)... Será a fazer matrículas??!!;)