2.9.05

Pânico

Dos jornais de ontem:
"Mais de 1000 pessoas morreram no Iraque pelo pânico causado pelo boato de que estaria entre eles um bombista suicida".
Tristemente irónico é que, se o houvesse, certamente não teria causado tantos mortos!
Isso faz-me lembrar uma história que li em miúda, assim:
A Peste ia a sair de uma cidade, deixando para trás 5000 mortos, quando foi interpelada por alguém que lhe perguntou: "Como é possível que matasses tanta gente nesta cidade?" Respondeu prontamente: "Não, eu só matei 2000; os outros foi o Medo que os matou!"

2 comentários:

Vilma disse...

Acho que é isso que muitas vezes a comunicação faz e pretende: provocar o medo! A verdade, muitas vezes consegue alcançar o objectivo.

rhhu disse...

A comunicação não tem intenções, as pessoas é que as podem ter.