14.10.08

O grau de civilidade de um povo mede-se pela forma como trata os animais


Ao passar pelo consultório das veterinárias onde às vezes levo as minhas gatas, deparei com um letreiro pendurado na porta, que dizia mais ou menos isto:
"Quem cobardemente aqui abandonar animais fique a saber que eles serão imediatamente entregues aos serviços camarários para eutanásia."
Fiquei tristemente surpreendida. E pensei no RSPCA inglês que costumo ver no "Animal Hospital" na Sic Mulher, e nos cuidados e preocupações demonstrados com qualquer animal maltratado ou abandonado, incluindo os selvagens, a ponto de arranjarem um lar para cada um deles.
Quando é que chegaremos lá?

2 comentários:

Mu disse...

É horrível; eu também sou fã do programa e sinto exactamente o mesmo. Mais, este ano depois da morte dos meus siameses decidi procurar num abrigo os meus novos amigos, pensando assim contribuir para dar um novo lar a quem não o tinha. Trouxe para casa dois lindos gatinhos que tinham um doença incurável e morreram passadas duas semanas. Doença apanhada no abrigo e que certamente contaminou todos os outros gatinhos porque os animais não eram testados. As minhas Filhas e eu sofremos outro desgosto. E é triste que mesmo quando existe boa vontade não haja meios que permitam ir mais além...

Susana disse...

Claro que o comportamento dos que tratam mal os animais me entristece mas já não me surpreende. Já o das veterinárias...que uso hipócrita da palavra eutanásia.