22.2.10

Indignação

O médico especialista atendeu o doente num hospital público, pô-lo ao corrente da sua enfermidade e indicou-lhe três possibilidades de tratamento, todas com iguais hipóteses de sucesso, mas com diferentes percentagens de sequelas. O tratamento mais suave e, portanto, com menos sequelas, só há no privado, informou. Mencionou o hospital e os colegas que poderiam tratar do caso. Instado a indicar uma quantia, referiu-se a cerca de 15.000€.
O doente veio para casa pensar no caso e foi à internet. Em breve descobriu que o tratamento se realiza em dois hospitais públicos de Lisboa, sem encargos, portanto.
Como é que um médico especialista num hospital público desconhece em que hospitais públicos se efectua um tratamento essencial na sua especialidade, mas sabe tudo sobre um privado?

4 comentários:

Ana Rute Cavaco disse...

Talvez seja preciso apresentar reclamação à administração do Hospital no respectivo livro amarelo, para "informar" devidamente os seus médicos.

Luisa disse...

Desconhece? Ou por acaso ou ele ou algum amigo faz o tratamento no dito hospital privado? E isso não seria novidade no nosso SNS.

Carla Isabel disse...

trabalha lá?

nando & milú disse...

Creio que sei quem é o tal especialista. É o mesmo que atendeu um doente tratado numa instituição Privada e que não gostou, pois disse ao doente que "parece que você não tem confiança em mim"!!!...