25.2.10

Na escola

Ela faltou hoje à minha aula. Fui dar com ela, várias horas depois, sentada num sofá, à espera de ser atendida na Direcção da Escola. Sentei-me ao lado dela e apenas foi necessário perguntar por que motivo tinha faltado para as lágrimas rebentarem: 16 anos, mãe, bebé de 3 meses, família grande e complicada, a própria mãe ausente, a escola cheia de tarefas que já deviam ter sido feitas há mais tempo, depressão pós-parto, a ementa completa.
Ouvi, falei, consolei, limpei lágrimas, fi-la prometer que vai à médica amanhã mesmo, deixei-a um pouco mais calma.
No final da reunião que eu tinha a seguir, voltei a encontrá-la, muito melhor, a brincar com colegas. Ainda bem. Por hoje.

3 comentários:

Carla Isabel disse...

pois...que o seu apoio continue de qulquer forma!

e bem haja

G_ticopei disse...

Por muito que queiramos não conseguimos passar ao lado das expressões que eles trazem estampadas na face. Há gente que passa por tanta coisa... Ainda bem que a sua aluna decidiu aceitar ajuda.
Um beijo para si

Kella disse...

A sua aluna vai continuar a precisar de um ombro amigo e de muitas orações. Ainda bem que lhe pode dar ambos. Bjs