19.6.05

Bebés

Sempre gostei muito de bebés, desde miúda. Deixava tudo para andar de roda da magia do bebé. No tempo da minha meninice, lindos eram os bebés dos missionários americanos; nessa época, os portugueses eram, em geral, mal desenvolvidos e pouco bonitos. A geração que nasceu nos anos 70, a dos meus filhos, já recebeu outro tipo de cuidados e eram uns bebés lindos!
Incrível a sensação de se ser a pessoa mais importante para um bebé.
Agora, com a minha netinha M., foi fantástico vê-la começar a reconhecer-nos de dia para dia e chegar a deixar o colo da mãe para vir para o nosso! Espero que o mesmo suceda com a J., prestes a chegar!
Vivam os bebés!

5 comentários:

Vilma disse...

Já me fez arrepiar... ora é o seu genro, ora é a sua filha... vocês andam numa onda de me colocar os cabelinhos dos meus braços todos em pé! :))) E vivam os bebés!

Ana Rute Cavaco disse...

:)

ana disse...

Claro que vai acontecer, avózinha. E para hoje um beijo especial, vai correr tudo bem

Avozinha disse...

Obrigada, Ana, para hoje e para todos os dias, para ti também.

Ana disse...

Que bom saber que há avózinhas que têm jeito para bebés!