29.3.06

Em defesa

Dos profs mais jovens:
- Têm que andar com a mala às costas durante vários anos
- Nunca sabem se vão ficar colocados desta vez
- Apanham sempre as piores turmas
- São frequentemente desrespeitados pelos alunos, pelos funcionários e por colegas

Dos profs mais velhos:
- Já passaram pelas mesmas viagens dos mais novos
- Já viveram as mais variadas reformas no ensino
- Nunca viram as coisas caminhar para melhor
- Já não há alunos como antigamente

Os mais velhos já foram mais novos, mas às vezes já se esqueceram. Os mais novos serão com toda a probabilidade mais velhos, mas vivem na ilusão da eterna juventude.
Como nos entenderemos?

5 comentários:

Sara disse...

Nem todos os mais velhos andaram com a mala às costas.
Adiante, não percebo porque não hão-de entender-se. Também me dou bem com os colegas mais velhos.

sararamos disse...

Humildade é o que se pretende de todos. Assim tudo fica mais fácil.

Iola disse...

Nunca escolheria essa profissão.

Desde pequena que ouço os professores a queixarem-se e percebo as razões.

Não se entendem talvez por ser um mundo onde tem que haver muita disputa por um lugar.

AnaCristina disse...

Nem todos os mais velhos andaram com a casa às costas... mas isso de não se perceberem é treta! Somos pessoas... Só não nos entendemos se não quisermos!

dia-a-dia disse...

Ai! Pensava que estava num meio termo, mas o perfil "do mais velho" encaixa como uma luva...

Cá nos entenderemos... Acredito.