1.10.06

Dia do Idoso


(Pintura de Simon Donikian)
Quando se é jovem, pensa-se normalmente que os idosos são um género de pessoa diferente, como se uns nascessem para ser eternamente jovens e outros nascessem já velhos.
É exactamente ao envelhecer que descobrimos a inevitabilidade da velhice, se tivermos a sorte de lá chegar. Assim sendo, preparo-me alegremente para engrossar as fileiras deste contingente, mais ano menos ano, não sabendo embora o que me espera.
Gostaria de vir a ser uma idosa alegre e bem disposta, mantendo todas as capacidades mentais e as mínimas físicas, daquelas que tentam sempre ler o seu tempo, porque é o nosso tempo até morrer.

3 comentários:

Daniela Mann disse...

Uma flor para a avozinha.

_____888___88888888___8888
___888888_8888888888_888888
___888888888888888888888888
___888888888888888888888888
____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________

Dulce disse...

Penso tanto e tantas vezes nisso, em como serei qd for velha, principalmente se tiver dores, se não tiver dinheiro... Qq das duas coisas me parece provável, então penso: "mais tarde a gente pensa nisso"... :)
Entretanto temos que cuidar dos nossos velhos, compreendê-los e incentivá-los, o que nem sempre é fácil...

Vilma disse...

Mas ainda está longe... muito longe! :D