19.10.06

País da Treta

Esta noite fiquei acordada até às 2 a ouvir na Renascença as pessoas que telefonavam a dizer o que lhes vinha à cabeça sobre os professores. É estranho! Não vejo apontarem os horários dos juízes, os honorários dos médicos, as faltas dos enfermeiros e todos estes têm estado recentemente em greve.

7 comentários:

Vilma disse...

Isso sucede porque a greve dos professores afecta 90% das familias portuguesas. Em cada lar há filhos e cada pai ou mãe está neste momento a sofrer de certa forma as consequências dessa greve.
Daí ser mais discutida.

JOINCANTO disse...

E o preço dos livros?

Sonia disse...

Pois...
alguns pais ainda pensam que os professores, são educadores a tempo inteiro sem qualquer tipo de direitos a não ser educar os filhos que eles não educam.

Rute CS disse...

Quando é a função pública a fazer greve e as escolas fecham, não porque os professores estão em greve, mas sim os funcionários, as vozes também não se levantam em protesto. No entanto, se os dois funcionários do pavilhão B não abrirem a porta, ficam mais de uma dezena de professores sem poder dar aula e centenas de alunos na rua. Porque é que a comunicação social não estende o microfone aos encarregados de educação nessa altura? Será porque uma boa parte deles está nesse dia em casa, no gozo da greve?

Sara disse...

Fomos os escolhidos.
Qualquer um julga saber o que é ser professor. Ignorantes.
Eu não falo das greves dos outros, limito-me a falar do que sei, se todos fossem assim...

Confessionário disse...

pois...

Daniela Mann disse...

Mas esses são doutores, os professores são só professores e as professoras às vezes até são donas, (quando não é menina)!!! he he he he
Beijinhos