24.10.06

O irmão Fernando e a Bíblia

O irmão Fernando é um senhor da minha igreja, já com certa idade, que acaba de se retirar para um Lar. A história verdadeira do seu encontro com a Bíblia contou-a ele várias vezes aqui em casa e na igreja. Passo a trasmiti-la.
O jovem Fernando trabalhava nas obras e levava uma vida um tanto ou quanto airada. Um dia o patrão diz-lhe que vão começar a trabalhar numa igreja protestante (minha actual igreja baptista em Queluz), que estava em construção. O jovem Fernando ficou apavorado, porque não queria nada com os protestantes e fez tudo para o patrão inverter a marcha da carrinha que os levava. O patrão assim fez, mas não deixou de lhe dizer: "Ó Fernando, não sabia que tinhas tanto medo dos protestantes!"
O que ele foi dizer...
Desafiado na sua honra de macho, fez o patrão voltar imediatamente atrás, rumo à tal igreja. Meio amedrontado, iniciou o trabalho.
Lá encontrou um rapazinho curioso que andava a ver os trabalhos (e que mais tarde veio a tornar-se pastor). Foi a este que o jovem Fernando perguntou:
"Quem é que é o padre aqui da igreja?"
"Não temos padre,temos um pastor".
"Pastor?! E vocês são por acaso cabras para terem um pastor?" perguntou o Fernando, do alto da sua experiência campesina transmontana.
"E que faz o pastor?" perguntou ao rapazinho.
"Ensina-nos a Bíblia", respondeu este.
Quando ouviu falar na Bíblia, diz o irmão Fernando, acendeu-se-lhe uma fome por possuir e ler uma, que nem tinha explicação. Indagando como podia comprá-la, o rapazinho respondeu-lhe que fosse lá no domingo seguinte falar com o pastor, que ele certamente lhe arranjaria uma.
Durante três semanas, o Fernando não pode voltar à igreja. A obra já tinha sido concluída e não surgiu ocasião para isso. Até ao dia em que se decidiu a lá voltar, num domingo de manhã.
O pastor pregava e o que dizia era exactamente o retrato da sua vida, achou o Fernando. Era dele que se tratava.
"Alguns dizem que não roubam, nem matam, mas com o seu estilo de vida estão a roubar e a matar a sua própria família!"
Nestas palavras o jovem Fernando reconheceu a sua vida, os seus problemas com o álcool e as palavras de tristeza da sua mãe.
Foi nesse dia que o Fernando recebeu a sua primeira Bíblia e começou uma nova vida com Cristo.
E nós somos disso testemunhas.

5 comentários:

vilma disse...

Acabei de ler isto ... arrepiada! :)
É sempre bom estas partilhas!
Obrigada!

hadassah disse...

É maravilhoso o milagre da salvação. Enche-nos de alegria. Pelo testemunho dos queridos irmãos mais velhos, a conversão no seu tempo seria um autêntico passo de coragem. Grande irmão Fernando!

Tnks
Hadassah

Jónatas Lopes disse...

Ainda há histórias que marcam...

Susy disse...

Mt bonito!
Jinhos doces
Susy (à espera de 1 milagre semelhante com o meu Zé)

Adriana disse...

Tão bonito.