16.2.07

Provas Globais

A Ministra acabou com as Provas Globais das várias disciplinas do 9º ano e foi à Assembleia da República explicar que, dado o seu 'leve' peso de 25% nas classificações dos alunos, "nenhum aluno chumbava por causa delas".
É verdade, ou melhor, era necessário haver uma grande discrepância entre a restante avaliação do aluno e a nota da prova global para esta afectar o resultado final.
No entanto, era uma prova moralizadora, tanto do estudo dos alunos no final do ano, como dos professores, 'obrigados' a dar a matéria toda para a Prova.
Dir-me-ão que tanto os bons alunos como os bons professores não precisam disso. Concordo. Mas era importante para os restantes.
Como anterior governo já fez com as Provas Globais no Secundário, este continua o caminho do facilitismo. Não está bem.

3 comentários:

Caterina disse...

Humm!
Eu ainda acho que devem estar por aí a chegar uns exames nacionais!!!

Portucale disse...

Pois! Parece que a Sra. Ministra não tem mais nada para fazer!

Paulo Sempre disse...

Hoje, já ninguém sabe nada quando esta sozinho sem a companhia, do computador, máquina de calcular, telemovel, Mp3. O quadro preto, a régua, as fotos de Salazar e Américo, o crucifixo e a oração, foram levadas pelo canto da serei política. Hoje, é ver licenciados na recolha do lixo, caixas de supermercados. Poucos sabem a cor da bandeira, a "portuguesa", o hino Nacional, ou falam da honra, da dignidade, efectiva, da pessoa humana.
As "luzes" virtuais da política, dos interesses pessoais, do facilitismo; fazem dos diplomas meros efeitos de parede ...
Gostei de vir até ao seu blog.
Obrigado
Paulo