18.3.07

Feiras e romarias

A capacidade que os portugueses têm de converter tudo em grandes romarias está evidente em cada cantinho do nosso país. Umas vezes a motivação é religiosa, noutras pode ser política.
Agora até a televisão despoleta a coisa, como podem ler no DN de hoje, a propósito do regresso da criança raptada a casa dos pais, contra a opinião de todos os técnicos.
Uma grande feira no exterior, comes e bebes, gente de todo o lado e até foguetes! Viva a festa!

3 comentários:

Leonor disse...

LOL
isto é mesmo à português!
A mim impressionou-me a dificuldade das pessoas em respeitar aquilo que foi "ordenado" àquela família: não expor a criança. Mas as pessoas sentiam-se indignadas e preferiram forçar os pais a faze-lo correrem o risco de serem prejudicados por isso, do que pura e simplesmente respeitar para que não houvessem mais problemas.
Uma palavra para descrever aquilo: histeria.
beijos

MC disse...

É simplesmente horrendo. Não paro de pensar na criança. Já com um ano. O que ela deve estar a sofrer. Que marcas deixará este trauma. A festa que se fez no exterior, uma barbaridade, uma anormalidade. Uma coisa à idade média (no que ela teve de mau)

"... de tudo o que muda, o que menos muda é o homem" (entenda-se humanidade)

um beijo avozinha

David Cameira disse...

Como a Avozinha n tem mail para msgs mais pessoais tenho de respomder aqui, embora nao tenha nada a ver com este post:

" A sério ? e como é q está o Dr Chevarria ??????????

Já é muito famoso como RP de algum " local de culto " da noite ?

MUITO OBG á Avozinha por tao feliz notícia "