22.3.07

Nocturno

Costumo ler alguns baby-blogs onde os respectivos pais falam das noites mal dormidas. Aliás, hoje o meu próprio filho se queixa do mesmo mal!
Conversava há pouco com uma funcionária da minha escola, perguntando-lhe pela sua velha mãe, à beira da morte. E ela respondeu-me:
"Está mal. Hoje não dormi nem um minuto!"
Fiquei a pensar nos pais que perdem noites com os filhos e nos filhos que perdem noites com os pais. Na justiça poética que isto encerra.
Que feliz é esta velha senhora por ter uma filha que perde noites à sua cabeceira!

6 comentários:

firvidas disse...

É o cículo natural da vida. Infelizmente já foi necessário que eu mudasse fraldas a ambos meus pais. Minha mãe, que estava lúcida, ficou horrificada, mas com uma boa dose de humor eu lhe expliquei que tinha sido muito pior para mim quando ela me trocou as minhas, pois eu nem voz tinha para protestar. No caso do meu pai, dou graças ao Senhor que ele já estava em coma e mesmo assim lhe pedia desculpa, pois sei que a modéstia era tão importante para ele.
É o cículo natural da vida. É.

Portucale disse...

Pois é, lá diz o ditado: "de velho se torna a menino"!
Como é bom poder ter saúde e ânimo para cuidar tanto de crianças como dos mais velhos... Só Deus pode realmente dar tudo isto!

perola&granito disse...

Passei para desejar um óptimo fim de semana.

Daniela Mann disse...

Já se vão contando pelos dedos os filhos que se importam com os pais!!!
Beijinhos

AnaCristina disse...

Deve ser das poucas...
Acho que só depois de deixarmos a segurança do lar paterno é que percebemos o que de facto eles significam para nós... E a nossa reacção adulta dependerá da atitude que eles tiveram para connosco!!

amigona disse...

Ainda bem que assim é..infelizmente muitas vezes os filhos esquecem-se dessas noites...bom domingo...