1.3.07

Na escola

De serviço na Biblioteca, vou apoiando os alunos que me procuram para tirar dúvidas ou ajudo-os a encontrar a informação pretendida. Hoje, encontro a uma mesa uma das minhas alunas, folheando o exemplar da Bíblia existente na Biblioteca, uma edição recente dos Capuchinhos. "A ler a Bíblia?" pergunto surpreendida, já que nunca lá vi ninguém pegar em semelhante livro, a não ser eu própria. Diga-se em abono da verdade que os alunos também não pegam muito nos restantes livros, a não ser que precisem de informação para algum trabalho. Preferem de longe a zona dos computadores.
"Sim", diz ela, "mas esta Bíblia é estranha: aqui no índice tem uns livros que eu não conheço!"
E assim fiquei a saber que a minha aluna K. é evangélica como eu.

9 comentários:

RAlabaça disse...

E como eu, também!

Bjs

Rute CS disse...

:-)

Adriana disse...

está explicado!

Portucale disse...

Acontece :)e é motivo para dizer, graças a Deus!

MC disse...

Qual é a diferença relativamente à Bíblia católica?

Obrigada

Anónimo disse...

Curioso...o meu filho tem 7 anos, frequenta a 2ª classe e ontem chegou a casa com a Bíblia Ilustrada, que requisitou da biblioteca do colégio!

Fiquei surpreendida, confesso, pois no colégio (católico) que frequenta tem religião e ao sábado catequese na paróquia a que pertencemos e quando eu lhe tento ler um pouco algum livro, nunca tem uma grande vontade.

Catarina

hadassah disse...

Gosto dessa sensação de encontrar um irmão através de pistas... no trabalho, nos cursos de formação, etc. estou sempre a ver se descubro algum sinal nalgum colega que me leve a concluír que possa ser meu irmão ... mas não tenho tido muita sorte... ;)

Avozinha disse...

MC: a Bíblia nas edições católicas tem mais do que os nossos 66 livros, os chamados "deutero-canónicos", ou seja, livros cuja 'inspiração' se põe em dúvida.

MC disse...

Obrigada!