16.1.07

5ª Razão Por Que Somos Contra o Aborto

O ABORTO É CONTRA A FAMÍLIA

Os filhos são uma parte integrante e significativa de cada família, considerada um dos pilares fundamentais das sociedades civilizadas. A ênfase dada à autonomia da mulher sobre a sua gravidez prejudica o relacionamento conjugal e familiar. Aliás, sabe-se que mais de 80% dos abortos provocados resultam de relações sexuais extra-conjugais.
Sabe-se também que uma percentagem significativa de gravidezes não planeadas e mesmo não desejadas, se não forem interrompidas, levam invariavelmente ao nascimento de crianças que acabam por ser extremamente apreciadas e amadas pelos seus pais.
Por outro lado, ao impedir-se o nascimento de crianças através do aborto está-se a contribuir para o grave problema demográfico resultante da diminuição acentuada da taxa de natalidade, em muitos países ocidentais. O mesmo se verifica actualmente em Portugal, o que acarretará consequências nefastas a nível económico e social.

Dr. Jorge Cruz, Médico

5 comentários:

Sonia disse...

Eu sou pelo "Não" , por esta razão e por outras. Por achar que apesar de se despenalizar o que é (?) penalizável , se irão continuar a fazer abortos em locais sem condições, por pessoas ainda com menos condições para os fazer e por achar que se deveria investir sim, na educação para a prevenção a essa gravidez não desejada, evitando também por isso, que a despenalização, se tornasse não só , mas também, um recursso, um método contraceptivo.

Infelizmente o grande número de "Sim´s" é devido à má informação , onde ainda existe quem pense que o "sim" vai favorecer as mães que correm riscos de vida, e as violações... casos estes que como outros , já estão previstos pela lei.
Mais uma vez, faz-se o referendo, mas não se procura primeiro saber , se existe informação suficiente para que o resultado seja fidedigno.

beijinhos.

amigona disse...

Pois eu continuo a ser pelo SIM. E acho que os títulos do post continuam errados. Eu também sou contra o aborto, mas não concordo que a mulher que o faça possa ser presa.
E é isso que me vão perguntar...

MC disse...

Avozinha,

A questão do aborto em si, é tão subjectiva ... mas a questão do referendo é clara. Concordo com a "amigona". Adoro crianças e sempre quis ter filhos, mas a vida tem-me trocado as voltas. A interrupção voluntária de uma gravidez que muito desejei, foi a coisa mais triste que aconteceu na minha vida. Mas fi-lo conscientemente e, apesar da dor que ficou comigo, não me arrependo.

Um beijinho

Jane & Cia disse...

hum... já cátinha estado... mas hoje sinto-me um bocado a chegar a meio da converso... deixo a minha acha... também para a amigona... pelos vistos contra o aborto somos todos... e a pergunta é:
"Concorda com a despenalização da interrupção voluntária da gravidez, se realizada, por opção da mulher, nas primeiras 10 semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?»"

A mim o ponto que mais me faz discordar (apesar de não desejar a prisão das mulheres, ou no casoprender também os maridos, os namorados, os médicos...) mas com o POR OPÇÃO DA MULHER eu não posso concordar, pois acho que devia alguém para avaliar, aconselhar... e não se resumir a uma questão de vontade.

Muito haveria para dizer... não tenho nenhuma posição radical em relação ao aborto... mas tentarei mais tarde, no espaço que me pertence apresentá-las.

Peço desculpa pela intromissão!

rutebruno disse...

Não ao aborto, claro!!!!
Sim há liberdade, sempre!!!!
voto sim! (como sabes)
beijos